18/02/2012

“Proud Of Robsten” FOI TENDENCIA MUNDIAL NO TWITTER HOJE



PORTRAIT DE ROBERT OFICIAL DA BERLINALE


FONTES: Berlinale VIA: RP LIFE

NOVAS FOTOS DE ROBERT NO BERLIM FILM FESTIVAL



FOTOS DE ROBERT NO AEROPORTO A DEIXAR BERLIM 17 DE FEVEREIRO


imagebam.com imagebam.com
imagebam.com imagebam.com imagebam.com imagebam.com imagebam.com imagebam.com imagebam.com imagebam.com
Pattinsonlife via: RP LIFE

ROBERT ADOROU INTERPRETAR UM SEDUTOR EM BEL AMI


LA Times fez um bom artigo com todas as respostas dadas na conferência de imprensa em Berlim, em Bel Ami:
Um governo corrupto – apoiado por alguns meios de comunicação corruptos – a tentando invadir um país árabe para os seus recursos é como Declan Donnellan descreveu sua adaptação cinematográfica do romance de 1885 por Guy de Maupassant, “Bel Ami”, que se centra na complexa relação entre a França e Marrocos.
No entanto, Donnellan e Nick Ormerod contribuintes para o filme, que estreia sexta-feira no Festival de Cinema de Berlim, vai receber menos atenção por uma razão geopolítica: É estrelado por Robert Pattinson.

“BEL AMI” TRAZ A TELA PAIXÃO SEXO BELEZA E FALSIDADE


O filme “Bel Ami”  lançado no “Festival de Cinema de Berlim.” Nesta ocasião é grande a presença de actrizes bonitas e do belo actor que nele participam, os fãs que estavam presente desde cedo para vê-los andar no tapete vermelho. Este filme vai dar muito que falar, não só porque se abre no importante “Festival de Cinema de Berlim”, que dá um ponto muito importante para este filme, porque, para directores, produtores, escritores e actores é uma honra ser considerado para lançar um filme num evento tão prestigiado.
Além disso, este filme tem um elenco de primeira linha, não só sobre o desempenho de seus  actores, mas pela atractividade física dos seus protagonistas e principalmente do masculino.
Robert Pattinson é citado como um belo actor que interpreta um conquistador irresistívelmente mulherengo, que usa as belas actrizes Christina Ricci, Uma Thurman e Kristin Scott Thomas, na sua escalada da classe social e económica.
“Bel Ami” vem com todas as honras enchendo a tela com a beleza de Paris, as belas mansões cheias de luxo, o bairro mais pobre, onde Rob recebe sua amante milionária para viver a sua paixão, a relação entre Robert e as três protagonistas, vem recheada de engano e traição, independentemente das consequências, são os principais elementos que fazem deste filme o melhor, sem dúvida, todos eles são muito atraentes para muitas pessoas.
Por todo o brilho e  mais o grupo maravilhoso de estrelas envolvidas neste filme é esperado que “Bel Ami” seja um blockbuster.

É “IMPROVÁVEL” QUE ROBERT E KRISTEN ESTEJAM NOS OSCARS


Claro que estamos animados para ver Rooney Mara, o elenco de The Help e Brangelina todos embonecados no Oscar. Mas não seríamos o Awful Truth se não estivéssemos também morrendo para saber se um certo casal de Crepúsculo poderão ir também à cerimonia de premiação oh-tão-prestigiosa. Então, Robert Pattinson e Krinsten Stewart foram convidados para irem ao palco como apresentadores?
Peguem nos seus lenços, Twihards, e preparem-se para mais uma noite sem Robsten.
“Eu não acho que isso acontecerá,” uma fonte envolvida com a pré-produção do Oscar nos disse. O quê? Não é como se fosse uma noção totalmente louca: Ambos Rob e Kristen já compareceram ao pretensioso evento antes. Rob (super sexy mesmo na mais chique das noites) compareceu em 2009 e apresentou um tributo ao romance com Amanda Seyfried. E KStew, no ano seguinte – usando um vestido azul marinho deslumbrante de Monique Lhullier – quando apresentou um tributo ao filme de terror com seu co-star Taylor Lautner.
E se eles comparecerem alguma vez (sabe, sendo indicados em algum ponto desconhecido no futuro), faria sentido fazer isso agora: o filme enérgico de Rob, Bel Ami, chega aos cinemas em alguns dias depois dos Prémios da Academia e Kristen tem Branca de Neve e o Caçador que chega aos cinemas no verão.
E claro, ainda teremos Amanhecer – O final. Mas ainda assim, o nosso sabe-tudo da Academia diz, ”Improvável.” Bolas!.

CLEVVER TV FALA SOBRE ROBERT TER DITO QUE É DEMASIADO VELHO PARA OUTRO FILME DE TWILIGHT


COMPILAÇÃO DE STILLS DE NEW MOON EM UHQ


CRITICA DE BEL AMI PELO SITE “C7nema”


Não, não é um filme sobre os famosos estúdios de cinema para adultos, descanse (ou não). É sim a adaptação da obra de Guy de Maupassant, de 1885, sobre Georges Duroy, um filho de um camponês que não olha a meios para subir na escada social (e para se vingar de quem o pisar pelo caminho), iniciando para tal “affairs” com algumas das mulheres mais influentes da sociedade parisiense da época. A história é minimamente fascinante para ser adaptada, claro – e prova disso são as enésimas adaptações, quer para cinema, quer para televisão.

No papel de Duroy está Robert Pattinson, que pretende já aqui afastar-se da saga “Twilight”, com resultados algo inconclusivos. Se o seu sorriso não falha, não consegue ser uma mudança suficiente de registo para nos convencer totalmente de que o actor terá um futuro sério pela frente. Além disso, o seu retrato inclina-se muito mais para a vertente de jovem convencido e mal nutrido (afetivamente sobretudo), ficando o seu lado vilanesco, de grande manipulador, menos convincente. Não acredito que fosse essa a intenção, quer da obra original, quer desta adaptação. 

As três mulheres seduzidas e manipuladas são Kristen Scott Thomas, Uma Thurman e Christina Ricci, e vão também fazendo o seu trabalho, mas há algo que nunca cola bem. E creio que esse algo estará sobretudo na realização a meias de Declan Donnellan e Nick Ormerod, que nunca parece equilibrar bem os pratos, parecendo sempre dividida sobre o rumo a seguir: se levar para uma veia mais satirizante, se levar mais para o campo dramático, isto cena a cena. Como resultado, o espectador pode muitas vezes ser tirado para fora do filme, a observar para dentro, quando devia estar totalmente imerso. 

A fasquia encontra-se muito alta para este género de filmes e adaptações. Quem viu um “Ligações Perigosas” já viu muito do que havia para ver. “Bel Ami” é ainda assim uma película que não aborrece, e que inspira o mínimo de curiosidade no desenrolar dos seus eventos – muito devido à sua raíz literária, é certo. Mas temo que não seja o suficiente para justificar um visionamento em sala…
O Melhor: O esforço da produção. 
O Pior: A indefinição da realização sobre o rumo a seguir, cena após cena, fruto de uma certa desorganização (não conseguindo incorporar bem o subenredo político na história principal, por exemplo).
FONTE: André Gonçalves, Artigo retirado do site www.c7nema.net  CONSULTEM O SITE

ENTREVISTA DE ROBERT NA PASSADEIRA VERMELHA DA PREMIERE DE BEL AMI


Pattinsonlife via: RP LIFE

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...