24/08/2012

ROBERT TEMEU SER VAIADO NA APRESENTAÇÃO DE COSMOPOLIS EM CANNES


Nós estávamos em Cannes quando Cosmopolis foi exibido pela primeira vez. Como foi essa experiência toda para você?
Foi meio assustador, mas principalmente porque eu nunca tinha ido a uma estréia com uma platéia potencialmente hostil. É um filme que poderia ser bastante divisivo porque há muito diálogo e em Cannes, há toda a complexidade adicional com a barreira de linguagem. Lembro-me de estar lá olhando para todas as faces e todas elas estavam sem reações. Ninguém estava rindo. Eu realmente pensei que ia ser vaiado. Mas eu estava tão grato, por não ter sido vaiado.
Alguns atores estão em um nível de exposição tão alto, como o que você está agora e acabam se sentindo pressionados para assumirem papéis grandes. Você se preocupa com isso?
Eu realmente não sei. Se eu pudesse ficar em um nível onde eu estaria constantemente trabalhando, eu ficaria feliz. Mas eu não posso prever o modo que com que a indústria caminha. As coisas mudam tão rapidamente, há muitas pessoas que eram grandiosas há alguns anos atrás e agora não estão trabalhando em filme nenhum. Agora as pessoas parecem se importar comigo, mas eu tenho certeza que isso não vai durar para sempre. Francamente, eu acho que é tudo um pouco absurdo. Eu só estou tentando fazer o máximo coisas interessantes que eu puder, enquanto eu puder.
LWLies: Nós estávamos em Cannes quando Cosmopolis foi exibido pela primeira vez. Como foi essa experiência toda para você?
Pattinson: Foi meio assustador, mas principalmente porque eu nunca tinha ido a uma estréia com uma platéia potencialmente hostil. É um filme que poderia ser bastante divisivo porque há muito diálogo e em Cannes, há toda a complexidade adicional com a barreira de linguagem. Lembro-me de estar lá olhando para todas as faces e todas elas estavam sem reações. Ninguém estava rindo. Eu realmente pensei que ia ser vaiado. Mas eu estava tão grato, por não ter sido vaiado.
A coisa toda das vaias em Cannes é uma espécie de carnaval, você não pode levá-la muito a sério.
Eu sei, eu sei. Mas, então, David [Cronenberg] estava me dizendo sobre isso quando ‘Crash’ foi exibido e as pessoas estavam gritando na platéia. Isso na verdade aconteceu durante a exibição do filme. E eu estava falando com Gaspar Noé no outro dia e ele estava dizendo que em ‘Irreversible’ todos gritavam ‘Como você gosta disso?!’ e todas essas bobagens. Ele estava sentado ao lado do cara que faz o papel do estuprador [Jo Prestia] que pensava, ‘Foda-se, eu não vou morrer por causa disso’.

TRECHOS DE ENTREVISTAS ONDE DAVID CRONEMBERG E PAUL GIAMATTI FALAM SOBRE ROBERT


Oregon Live (clique para ler a entrevista completa)
Dada a atmosfera pesada da New York Film, é uma surpresa que Cronenberg escolheu o ator britânico Robert Pattinson para o papel principal. Pattison é mais conhecido, é claro, da procura relativa para o filme “Crepúsculo”, que revela algumas das coisas pesadas, e intelectual da procura interna “Cosmopolis”.
Após declarar que “Selecionar elenco é uma arte negra: nenhum livro de regras para guiá-lo”
Cronenberg disse que viu alguns trabalhos de Pattinson fora de “Crepúsculo”, especialmente “Little Ashes”, no qual ele interpretou um jovem Salvador Dalí, e sentiu que tinha encontrado o cara. No entanto, ele admite, há, em todos esses casos, um salto de fé.
“É apenas intuir que você pode fazer o papel “, diz ele.” Porque você está pedindo-lhe para fazer coisas que ele não tenha feito antes. Mas eu estava convencido de que na hora que eu tinha feito todo o meu trabalho que ele era o homem certo. Eu sabia que era bom, e fiquei surpreso como era bom. ‘
De IFC (clique para ler a entrevista completa)
IFC: Você Mencinou que esperava ver grandes atores dizendo  o diálogo, eo filme é cheio deles. Mas eu tenho curiosidade sobre Robert Pattinson, que ainda é um ator jovem e não tem tanta experiência como qualquer do restante do elenco, mas tem um monte de seguidores. Quando você tem um projeto como este, você trabalha sobre o script para asaptando seus pontos fortes ou você trabalha mais com ele para coincidir mais com suas habilidades e talentos para o material?
Cronenberg: Para todos os atores, não sei exatamente o que você vai conseguir. Com exceção de algumas audições que poucos atores fizeram para certos papéis, nunca ouvi diálogo falado até que estávamos filmando. Com Rob em particular, nunca ouvi o diálogo falado em particular, até que estávamos filmando. Você vai em gravar com a segurança de ter a pessoa certa, mas não sei exatamente o que vai acontecer. Há uma coisa muito orgânica que ocorre em “Cosmopolis”, que é muito espontânea, porque até que Robert não está sentado na limusine com os atores reais, em frente do qual está interpretando a cena – e existem tantos diferentes atores dentro e fora do dessa limusine – ele não sabe como vai reagir, porque ele não está atuando no vácuo. Ele está reagindo a um outro ator. . . . Por exemplo, a primeira cena que filmamos foi na limusine com Jay Baruchel. Rob foi surpreendido pela forma como Jay estava atuando, porque ele estava fazendo isso com tanta emoção e vulnerabilidade, e Rob nunca tinha imaginado isso. Então tivemos que reagir a isso. Essa é a coisa interessante sobre o filme: misturar todas essas coisas que são poderosas e boas, mas realmente não sei o que você vai conseguir.
IFC: É como cozinhar …
Cronenberg: [risos] Sim, é. É como fazer uma refeição você nunca tenha feito antes

SCANS E ENTREVISTA DE KRISTEN PARA LITTLE WHITE LIES.


imagebam.com imagebam.com imagebam.com imagebam.com imagebam.com imagebam.com
Capítulo Um: A Questão
Robert Pattinson, Crepúsculo, ficar nua em filmes indies, fama. Estas são algumas das coisas que nós não falamos com Kristen Stewart. “Ah, bom”, diz a atriz, um pouco surpresa quando lhe damos a boa notícia. Estamos sentados no terraço de um hotel – densamente povoado por seguranças no piso térreo- e estamos nas duas semanas do Cannes Film Festival. Com apenas 22 anos de idade, Stewart está sendo proporcionada há um tipo de proteção de elite da mídia normalmente reservado para os maiores mega stars de  Hollywood. Mas nós realmente não queremos perguntar a ela sobre qualquer coisa.
Na verdade, LWL tem apenas uma pergunta: o que é que Kristen Stewart quer falar? “Certo”, ela diz. Em seguida, ela pensa. “Eu não quero me vender. Pessoas são tão estranhas. Eles de repente se vêem de maneira tão interessante que eles pensam que estão a venda por um valor. Normalmente falando, a coisa mais interessante para mim sobre mim mesma é, agora, o fato de que On the Road – Na estrada está saindo. E eu quero falar sobre On the Road.

Capítulo Dois: On the Road
Falar sobre On the Road – Na estrada, é descobrir que, embora as pessoas  perguntem á Kristen Stewart um monte de perguntas, as respostas levam todas para um só lugar. É muito simples: ela é uma pequena de 22 anos de idade que é louca, estupidamente apaixonada por seu trabalho.”Oh meu Deus, eu p*** amo tanto”, ela diz. “Eu não sou Marylou, estou mais para Sal neste momento, sinto-me tão cheia que parece que eu estou estourando eu deveria estar trabalhando eu não quero fazer uma pausa. É tão engraçado no set, eu não preciso ir ao banheiro, não acontece nada de errado, e sempre fico perfeitamente bem, é sempre tão além. Eu não tenho fome. Eu literalmente nem me sinto em meu próprio corpo. Eles me cobrem e  me mandam de volta para o meu trailer e eu porra caio aos pedaços, de repente eu percebo que eu estive sem fazer xixi durante seis horas. E eu estou morrendo de fome. ”  Essa ética kamikaze de trabalho deixou sua co-estrela Chris Hemsworth do filme Branca de Neve e o Caçador impressionado. Por que, perguntou o galã australiano, ela estava dedicando-se há uma básica fantasia de Hollywood como se fosse um drama de Paul Thomas Anderson? “Awww …” ela sorri, carinhosamente. “Ele é da mesma maneira. Bem, ele leva isso muito a sério. Às vezes eu preciso parar de fazer isso. Eu realmente estou tentando, tentando, o tempo todo. Quer dizer, Walter, na verdade, disse-me várias vezes durante On the Road, “pare chega, você já está lá. ” Mas eu gosto de estar com medo. Gosto de repente se sentir fora de controle. Atores andam por aí usando essas pequenas ferramentas correias para agir com habilidade. E eu não acho isso interessante para se assistir. Eu nunca mais quero ver alguém que claramente pode chorar com a queda de um chapéu. Isso é tão desinteressante em atores. E tantos são tão loucos. Eles são naufrágios emocionais, porque eles fingem ser esses personagens. Mas as emoções não estão vindo do lugar certo. Sabe o que eu quero dizer? ” E você tem que lembrá-la: esta é a sua entrevista: você nos diz.
Capítulo Três: Vindo do Lugar Certo
“No início, a razão pela qual eu comecei a fazer isso foi, literalmente, só porque eu queria um emprego Meus pais são do meio- a minha mãe é um supervisora de roteiro, meu pai é um diretor de palco - e eu sempre olhei para eles, eu  realmente ficava completamente glorificada com os filmes. E assim, em primeiro lugar, eu só queria a responsabilidade, queria que os adultos falassem comigo, e eu queria estar envolvida, eu estava entediada. Então aos 13 anos eu fiz um filme chamado O silêncio de Melinda … Quer dizer, fazer um filme de estupro aos 13 anos, bom ele realmente me afetou, de repente senti que as coisas poderiam ser muito importante e realmente servir de ajuda para as pessoas, fiz um anúncio de serviço público logo depois que eu fiz o filme e um enorme fluxo de pessoas me ligavam e eu disse coisas que nunca tinha dito a ninguém antes. E ele foi tão difícil eu fiquei tipo, ‘Uau, algo que eu amo, algo que era tão pessoal para mim’, porque nesse ponto, eu nunca tinha obtido qualquer reconhecimento para qualquer coisa que eu tinha feito, isso realmente era só para mim’ - mas as pessoas subitamente se sentiram tocadas. ” Filmes, eles podem ser importantes se você quer que eles sejam. ”
Capítulo Quatro: Filmes são importantes
Então, aqui está. Se você quer que eles sejam, até mesmo filmes adolescentes sobre  vampiros e lobisomens com gel no cabelo e em jeans cortados podem ser importantes. Eles podem ajudá-la a fazer outros filmes, filmes como On the Road, filmes que não podem se visto ou até mesmo feitos sem você.
Em Hollywood, com o grande poder vem … as grandes festas. Mas aqui está a razão por que você não vai ver Stewart seguindo Lindsay Lohan para o ferro-velho de estrelas. Através de algum acidente louco, a atriz indie foi mordida por uma franquia radioativa e ganhou poderes especiais. Eles não vão durar para sempre. Mas, enquanto eles estão ai… “É estranho estar nessa posição de, tipo …” Ela suspira, e se olha. “Para não soar como uma porra louca, mas…. tem as proezas financeiras”. Me sinto mal em relação a isso. Eu sinto que você precisa fazer alguma coisa. Fiz Welcome to the Rileys [em que Stewart interpretou uma jovem com problemas emocionais] alguns anos atrás e agora eu quero abrir dois centros de reabilitação, uma em Nova Orleans e um em Los Angeles, e eu quero fazer um documentário sobre por que é importante. Mas tudo isso o trabalho de caridade é ridiculamente vazio como você vê? Tipo, você aparece em um evento e você usa um vestido e depois você leiloa seu vestido e de repente você se sente  importante, eu quero fazer isso direito. Agora, eu apenas o tenho sentido. Ele não é para ser desperdiçado. Porque eu sei o meu valor e é fodidamente forte. ”

STILLS DE ROBERT NO JIMMY KIMMEL LIVE MQ




ROBERT PROVA CONSEGUIR ÊXITO NAS BILHETEIRAS PARA ALÉM DE CREPUSCULO




Robert Pattinson, depois de anos franzindo os lábios cintilantes de vampiro e ganhando fãs mulheres com cada mecha ousada do seu cabelo arrebatador nos filmes Crepúsculo, finalmente foi graduado como um aluno de credibilidade nas bilheteiras mostrando que ele tem o que é preciso para atrair o público para além do reino romântico de sangue luxurioso (e apenas luxurioso) Edward e Bella.

A combinação carregada de filosofia com o diretor David Cronenberg, Cosmopolis, rendeu sólidos $70.339 em três cinemas da Sexta-feira passada até Domingo, quando abriu numa estréia doméstica rigidamente limitada, de acordo com o seguidor das bilheterias, Hollywood.com. O filme, sobre Pattinson como um bilionário desiludido e demasiado sexual andando por Manhattan para cortar os cabelos, fez grosseiramente$266.900 na América do Norte, incluindo as exibições nos cinemas Canadenses. Na próxima semana o filme vai para um lançamento nacional limitado a 60 cinemas pelos Estados Unidos, disse Dylan Wiley, vice-presidente do marketing cinematográfico e distribuição da distribuidora do filme, Entertainment One Films U.S.

“Rob, com este desempenho, mostrou que é mais nele do que somente Crepúsculo,” disse Wiley à EW.”Esse é um ator muito sério interpretando um papel muito sério com um cineasta muito sério.” Os outros concordam – um pouco.

Enquanto a crítica da EW – semelhante a outras levas de críticas – classificou o filme em si muito plano e robótico, observou que Pattinson faz seu papel propositadamente sem emoção com “confiança rítmica”. OThe New York Times disse que Pattinson “fez um membro fino dos mortos-vivos Cronenbergianos, com uma beleza glacial, vazia.”

O romance de circo itinerante do ano passado Água Para Elefantes com Pattinson e a loira Reese Witherspoon ficou no terceiro lugar nas bilheterias em mais de 2.800 cinemas em sua semana de lançamento, fazendo $16.8 milhões nas bilheterias, uma lágrima longínqua do último filme de Crepúsculo, que arrecadou $138 milhões durante sua semana de estréia, em 4.601 cinemas. Mas Pattinson não conduziu inteiramente Água Para Elefantes – Witherspoon conduziu.

Em Cosmopolis, ele é o astro principal, indo de igual para igual com pesos pesados como Paul Giamatti e Juliette Binoche, com a obra de Cronenberg (Almoço Nu, Senhores do Crime, Um Método Perigoso) batendo atrás dele. Como Wiley comenta, Pattinson está também em todas as cenas.

E mais, seus fãs que vão aos cinemas estão ficando velhos. Aquelas Twihards adolescentes com sua cópia esfarrapada do livro Crepúsculo de Stephenie Meyer nas mãos na primeira premiere do filme? Ela está mais velha agora, e talvez, somente talvez, seus gostos possam ter desviado também.

“O público de cinema, em geral, envelhece a cada ano. Quando você pensa sobre os fãs de Rob, e os fãs de Crepúsculo, você pensa em meninas de 13 anos de idade. Mas os fãs de Rob agora são cinco anos mais velhos”, diz Wiley. Especialistas de bilheteria também veem alguma esperança em Pattinson, um tipo relativamente tímido, com inclinação musical intelectual, em comparação com outros formandos deCrepúsculo (Taylor Lautner, alguém?).

“Talvez de todas as pessoas de Crepúsculo, ele seja o único, com este filme, que tenha ganhado credibilidade”, diz Paul Dergarabedian, presidente da divisão de bilheterias do Hollywood.com. “Sua vida pessoal não tem sido ótima, mas sua vida de ator está apenas começando. Eu acho Pattinson tem muita de seriedade, e que se traduz na tela”.

Principalmente, para escarranchar as barreiras tanto da fama de um mega-filme de franquia quanto o prazer de filmes independentes artísticos nas bilheterias, ele precisa de um pessoal que saia e vá vê-lo também, não apenas as mulheres.

Isso pode ou não acontecer com filmes programados, como o dirigido por Herzog, Rainha do Deserto, em que ele interpretará T.E. Lawrence – Lawrence da Arábia – ao lado de Naomi Watts. Há sempre A Saga Crepúsculo: Amanhecer Parte 2, quinto e último da franquia, previsto para estrear em novembro.

“O desafio para Pattinson é conquistar os fãs do sexo masculino, que ficaram longe do filmes de Crepúsculo”,disse Dergarabedian. “Eu acho que ele pode fazer isso… Se ele fosse trabalhar com um [Quentin] Tarantino ou [Steven] Spielberg, que tem esse tipo de credibilidade, ele vai ganhar credibilidade. Ele ainda é muito jovem e tem tempo para construir sua carreira. Ele pode ser capaz de saltar entre filmes de grande orçamento e filmes de forma independente. Olhe para Jeremy Renner”.

CLEVVER TV FALA SOBRE A APARIÇÃO DE KRISTEN EM LA



DAVID KOEPP O ROTEIRISTA DE SWATH FALA SOBRE NÃO CONSEGUIR IMAGINAR UM SEGUIMENTO SEM KRISTEN


Snow White and the Huntsman 2
David Koepp não consegue imaginar uma sequência de Snow White and The Huntsman sem a Kristen Stewart – segundo ele, uma das razões pela qual ele  diz não estar envolvido no projeto. Koepp contou ao Movieline que ele saiu do projeto porque ele estava a trabalhar numa ideia de roteiro “que  eu realmente gostava” envolvendo o personagem da Stewart. ” Eu ouvi que a situação da Universal mudou um pouco e eles já não estão s interessados em continuar com essas ideias.”
Koepp disse que isso era um sinal para ele seguir em frente. “Eu senti que havia realmente um bom caminho para seguir com o personagem, mas eles queriam explorar um caminho diferente, para o qual eu não tinha nenhuma ideia,” ele explicou “Se não tem nenhuma ideia, provavelmente deveria colocar a sua caneta na mochila e ir para casa”. Ele ainda adicionou “concordamos em nos separar e continuar amigos.”
Quando peruntado se ele achava que poderia haver uma sequência sem a Kristen Stewart, ele respondeu: “Bom, eu não podia. Foi por isso que senti que não pude seguir até ao fim.”

NOVA FOTO E SCAN DE KRISTEN E NICOLAS GHESQUIERE PARA BALENCIAGA


FONTE: source via VIA: kstewartfans

NOVA FOTO DE KRISTEN FLORABOTANICA DA ELLE ESPANHA HQ

 FONTES: uchiland via: brandheroin

MAIS FOTOS DE ROBERT NO JIMMY KIMMEL LIVE


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...