11/08/2011

ENTREVISTA COMPLETA DA EW TRADUZIDA


Ohhh!!! “Isto é tão estranho” choraminga Kristen Stewart. É uma tarde solarenga de quinta feira em São Diego e a actriz de 21 anos está aconchegada no sofá ao lado do seu colega actor ( e nunca confirmado mas obvio namorado) Robert Pattinson de 25 anos  Bill Condon, o realizador dos dois últimos filmes da saga, Breaking Dawn parte 1 e 2 ( Nos cinemas em Portugal a 17 Novembro de 2011 e Novembro de 2012) está junto deles. Relaxam com um café num hotel calmo depois de uma manhã atarefada na Comic Con.Ou pelo pelo menos relaxavam até à Entertainment Weekly começar a ler alto alguns trechos do livro de Stephenie Meyer Amanhecerde 2008 que foram a base dos dois últimos filmes.
“É tão estranho, não consigo ultrapassar isto” Diz Stewart ao ouvir as palavras que ela já leu “milhares” de vezes, agora que as filmagens de ambos os filmes terminaram.

Mas se querem falar em coisas estranhas, considerem o que acontece no próximo filme: Bella e Edward casam finamente, Bella e Edward consumam o casamento numa apaixonante lua de mel, algo ainda mais aguardado, A gravidez de Bella cujo seu bebé meio vampiro cresce rapidamente e põe a sua vida em risco, a misteriosa relação de Jacob com a bebé que ainda nem nasceu e um nascimento horrendo e sagrento que resulta na morte (ou mais ou menos) de Bella. Nós perguntámos a Condon, Stewart e Pattinson que ouvissem as palavras que iniciaram tudo isto e que partilhassem os seus pensamentos e emoções- independentemente de serem estranhos ou não.

O CASAMENTO
Os meus olhos perseguiram toda a área e procuraram nas filas de cadeiras com fitas de cetim – corando cada vez mais à medida que todas as caras se focavam em mim- até que o encontrei, finalmente, esperando no arco repleto de ainda mais flores.Bill Condon:A Kristen tem uma lista disto (vira-se para a Kristen) Eu não sei se sublinhaste com marcador algumas coisas no guião ou não, mas foi algo do género “É destas cenas que eu tenho medo”.
Kristen Stewart:
Eu não as sublinhei. Eu simplesmente sabia.
Condon:
Eu nunca percebi bem isso. Eu tinha as minhas proprias cenas de que tinha medo. Como por exemplo, filmar uma cena com 27 vampiros numa sala grande. Mas depois percebi. Era a responsabilidade de conseguir expressar tudo aquilo que a Bella sente.
Stewart: Essa parte do livro foi algo que eu li milhares de vezes. Foi estranhamente emocional a primeira vez que cheguei ao set e vi tudo e toda a gente.
Robert Pattinson: Sim, estavas realmente doce quando apareceste da primeira vez.
Stewart: Oh, Shiu.
Pattinson: Eu filmei as minhas cenas primeiro. E estava a olhar para ti e tu não querias que ninguem visse a tua cara. Foi engraçado, eu consegui vê-la a ficar assim como que afectada emocionalmente com tudo.E eu quase que não queria ficar no fim do corredor à espera. Eu queria ir ter com ela e dizer “Para de ser ridicula”. (Risos)
Stewart: Eu queria correr pelo corredor. Eu estava literalmente a “fugir” do Billy (Burke, que interpreta o papel do pai de Bella). Agora é uma viagem ver, especialmente, as imagens do casamento. Foi tão volatil e emocional.- Eu estava a ser um pouco maluca.
LUA DE MEL:
O que aconteceu comigo? Deixou de fazer sentido quando a nuvem branca e fofa estava colada à minha pele. Sacudi a cabeça e uma cascata de branco escorreu do meu cabelo. Eu belisquei um pedaço que estava no meio dos meus dedos. Era um pedaço de tecido. Porque estava eu coberta de penas?
Condon:
O que você leu é exactamente o que se segue a seguir a eles se beijarem na água. Basicamente é uma cena onde existe um grande momento de “falta de imagem”.
Entrevistador: Mas você decidiu colocar as imagens da cena de sexo.
Condon: Oh, Sim.
Stewart: Imagina se não pusesses? Oh minha nossa, nem pensar. É claro que tinhamos que o fazer.
E as penas, claro, era importante porque o Edward destroi as almofadas no calor da paixão.
Pattinson: Eu queria tanto ter uma fala nessa cena. (Com o sotaque americano de Edward). “Eu mordi todas as almofadas. Todas elas.”E depois ele começava a chorar. E por acaso devia ser isso que ele deveria ter vergonha na manhã seguinte. Aquelas lindas almofadas! De algodão egipcio (Risos). “Eu destrui esta cama!”.
BELLA ESCOLHE A VIDA:
Edward acabou de chamar ao meu pequeno uma coisa. Ele disse que o Carlisle ia tirar a coisa de mim. “Não” eu murmurei. Eu tinha percebido tudo errado antes. Ele nao se importava com o bebé. Ele queria magoa-lo.
Pattinson: Aqui mostra uma parte negativa do caracter de Edward. Ele lida de uma forma tão impensada que deixa que o medo se torne em raiva. Foi porreiro interpretar essa parte dele.
Condon: E um dos teus grandes momentos neste filme, tambem. De repente os dois personagens agem de maneira muito diferente daquela que tinham tido antes.
Pattinson: Eles chocam-se um ao outro. Numa saga que é sobre o amor eterno e sem fim e que nada nem ninguem pode tocar. E de repente…
Stewart: Há algo que pode fazê-lo. Foi engraçado filmar isso.A Bella sempre gostou dele e de tudo o que ele dizia e pensava que tudo o que o Edward fazia estava sempre certo. E isto é algo que ela claramente discorda com ele. Ela não o segue cega e inconscientemente. Ela é quase que desafiadora e eu gosto disso.
Entrevistador: É aqui que o filme tem uma volta mais negra, certo?
Condon: Absolutamente. O publico está como desesperado por isso. Porque há o casamento e a lua de mel mas não há conflitos. E de repente isto acontece e O Rob diz ” Tira isso de dentro de ti”.É  apenas uma fala, uma frase e isso é o resto do filme. É exactamente nesse momento.

JACOB VÊ A BELLA A BEBER

Bella mexe a palhinha entre os labios. Pisca os olhos e fecha-os e torce o nariz. Eu conseguia ouvir o sangue a agitar-se no copo à medida que a sua mão tremia. Ela bebericou por um segundo e gemeu silenciosamente ainda com os olhos fechados. 

É aqui que a Bella só quer passar o tempo com o Jacob. Porque, como mais tarde percebemos, é o bebé que já está a atrai-lo para ela.

Condon: 
É como ver o Indiana Jones e os salteadores da arca perdida. As cobras começam a aparecer e não há como fugir. Como é que a Bella vai conseguir sair deste triangulo (amoroso)? Parece impossivel conceber uma maneira do Jacob sair ileso e sem ser o perdedor. E de repente esta ideia aparece. É definitivamente estranha mas inteligente. Ele sempre amou a bebé e ela sempre o amou a ele.

Stewart: 
Isto dá-me pele de galinha.

Pattinson:
 Eu tenho que dizer, é mesmo muito bizarro (risos).

Stewart:
 Mas é por isso que eu gosto de interpretar estas cenas. Eu prezo esses momentos bizarros. Como quando o Jacob se senta no sofá e está como que a dizer " Não olhes para mim assim". A Bella não consegue evitar isso.

Pattinson:
 Oh! Eu nem sequer pensei no contrario tambem. (A bebé que ainda não nasceu está a provocar na Bella sentimentos de querer ficar ao pé de Jacob). Eu estava naquela..."Mas que raio é esta cena?". Isto é de loucos. Eu já teria terminado contigo há muito tempo.

Stewart:
 Meu, Não te lembras que estiveste a ouvir-nos gritar (mais tarde)? O Jacob diz "Não me querias ao pé de ti o tempo todo?" e eu digo "Sim" e ele diz "E esses sentimentos já se foram?" E eu " Foram-se há muito".

Pattinson: 
Ah, sim!

Stewart: 
(fazendo gestos para Pattinson) Ele está a mentir. Ele sabe tudo isto, apenas se esqueceu.

Pattinson: 
Oh, Shiu!! (risos) Olha, há muitos momentos em que o Edward age como um mariquinhas. Quero dizer, durante toda a saga.

Stewart: 
(Risos) E vocês podem citá-lo nesta frase.

Pattinson:
 Eu estou sentado junto a ti e estou a pensar " A minha mulher está a morrer, eu lixei completamente a minha vida e a dela e o Jacob olha para a Bella como que dissesse " Hey, querida, não me pareces assim tão mal!" e eu estou ali sentado com um balde para a Bella vomitar.

Stewart:
 (Risos) É literalmente o que ele está a fazer.

Pattinson:
 Isso nunca iria realmente acontecer. Eu devia ter-lhe atirado com o balde de vómito para cima.

Stewart:
 Agora que vi partes disso, a quimica de Jacob e da Bella, neste filme,é a melhor que tivemos.

Pattinson: 
(Falsos olhares de zangado para Kristen) Nada fixe!!

Condon:
 A ultima cena que fizemos foi a cena da dança entre o Jacob e a Bella no casamento. A ultima imagem do Jacob é ele a ir embora. e eu digo "CORTA" e então a Kristen grita "JACOB" e sobe o vestido de noiva e começa a correr atrás dele pelo mato a dizer "Volta. Não me deixes!".

Pattinson:
 Isso foi uma das cenas mais comicas. Ele leva a sua noiva para dançar com o Jacob. O Edward é um personagem incrivelmente estranho. Cada vez que penso nisso. Isto é uma daquelas coisas que eu não fazia ideia como interpretar.

Condon: 
Mas fizeste-o muito bem.

Stewart:
 (Para Pattinson) Tu tinhas aqueles estimulos todos. Tu estavas como "Eu preciso de fazer isto e isto e pronto". Tu estavas a defender o Edward.

Pattinson:
 Sim, porque eu não quero que ele pareça um idiota. Há certas coisas....Como quando o Jacob agarra no braço da Bella e não larga. E é o nosso casamento, e antes de eu dançar com a minha noiva! Se isso fosse a realidade, ser um bom homem era chegar lá e dar um pontapé no rabo do gajo tão grande que ele não voltaria.

Stewart:
 Se isso acontecesse na história seria tão errado.

Pattinson: 
O Edward tem uma visão muito mais abrangente que a maioria das pessoas, o que é uma das coisas mais heroicas nele. E ele tambem sabe que vai transformar a Bella numa vampira por isso é como dissesse para o Jacob " Tu vais ser lixado daqui a um par de semanas, rapaz! Podes tentar cortejá-la quanto e como quiseres"!

O FIM/ O PRINCIPIO

O som seguinte saiu de mim, inesperado, aterrorizador. Como metal a ser despedaçado. O som trouxe-me de volta à luta na clareira muitos meses antes, o som de vampiros recém nascidos a serem partidos ao meio. Euolhei de relance para ver a cara do Edward a fazer pressão sobre o alto. Dentes de vampiro, a unica maneira possivel de cortar na pele de um vampiro.
Pattinson:
 Sim, nós fizemos isso.
Stewart:
 (Para Condon)Puseste o efeito sonoro na cena?

Condon: 
Sim.

Stewart:
 Eu mal posso esperar para ouvir isso.

Pattinson:
 Foi uma bela conversa nesse dia com a Stephenie (Meyer). A tentar perceber a mecanica: Como é que eu iria morder e mastigar isso?

Stewart: 
Oh , sim. Tivemos uma conversa inteira sobre isso. A cena do parto era algo que estavas ansioso por filmar?

Condon: 
Sim, na verdade sim. Era um verdadeiro horror. Essas duas noites não foram fantásticas? Tudo parecia tão real. Deu a todos um grande incentivo, uma grande dose de adrenalina.

Stewart: 
 Foi algo do género, estamos a fazer um filme mesmo marado.

Pattinson:
 Especialmente, porque esta cena poderia ter ficado ridicula. Eu lembro-me de ir fazê-la e pensar...Oh, meu, isto vai ser qualquer coisa.

 StrictlyRobsten VIA:robstenation TRADUÇÃO DE 

@TCguerreiro MUITO OBRIGADO

3 comentários:

justme@31 disse...

;)
Beijinhos Maria:)*

Maria disse...

Obrigado mais uma vez a tradução está fantástica:)

justme@31 disse...

Nada que agradecer;)
Adorei fazê-lo e sempre que precisares, já sabes;)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...